sábado, 12 de julho de 2008

Ando tão à Flor da Pele

A música Flor da Pele, de Zeca Baleiro, é a faixa cinco do disco Por onde andará Stephen Fry, de 1997. Zeca faz em Flor da Pele uma junção com a música Vapor Barato, de Jards Macalé e Waly Salomão, resultando numa das canções mais bonitas desta nova geração da MPB. Assista depois outras versões de Vapor Barato, uma pela banda Vulgo Tostoi (aqui) e outra de Gal Costa (aqui).

Flor da Pele / Vapor Barato - Zeca Baleiro



Flor da Pele/Vapor Barato
zeca baleiro

vapor barato
jards macalé e waly salomão

ando tão à flor da pele
que qualquer beijo de novela me faz chorar
ando tão à flor da pele
que teu olhar flor na janela me faz morrer
ando tão à flor da pele
que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
ando tão à flor da pele
que a minha pele tem o fogo do juízo final

um barco sem porto sem rumo sem vela cavalo sem sela
um bicho solto um cão sem dono um menino um bandido
às vezes me preservo noutras suicido

às vezes me preservo noutras suicido
* (oh sim eu estou tão cansado mas não pra dizer
que não acredito mais em você
...eu não preciso de muito dinheiro graças a deus
...mas vou tomar aquele velho navio
aquele velho navio)

um barco sem porto sem rumo sem vela cavalo sem se-la
um bicho solto um cão sem dono um menino um bandido
às vezes me preservo noutras suicido

2 comentários:

Jú disse...

Muito boa!
Eu conhecia a versão da Gal Costa... E vc me apresentou esta, que eu achei ainda melhor que a que conhecia.
E não sabia que essa versão era uma junção com uma música do Jards Macalé... Muito boa mesmo!!!

Yerko Herrera disse...

Essa do Zeca Baleiro é na veia! Foi ouvindo ela que conheci o Baleiro e virei fã. Ele escreveu Flor da Pele inspirado na Vapor Barato do Jards Macalé e Waly Salomão, que voltou a ficar conhecida nos anos 90 na versão do Rappa e no acústico da Gal Costa.

Que bom que tu gostou, valeu pelos comentários aqui no Música&Poesia!

Beijosss!